sábado, 22 de maio de 2010

Dear John (Querido John) - 2010

Eu devo estar ficando velho...

Filmes românticos nunca foram minha primeira opção para ir ao cinema e assistir (e especialmente gastar meu "rico dinheirinho").



Eis então que curiosamente em Abril, olhando os trailers de filmes disponíveis na Xbox Live (a zona on-line do Xbox 360, com filmes, músicas, clipes, trailers, seriados, jogos on-line, complementos, comunidade, bate-papo e etc) eu me deparei com o trailer de Dear John.



Ok, os que me conhecem ao terminarem esse trailer vão falar: "Só se interessou por que tem coisa de militar no meio."
Ok! Não nego que isso me interessou, mas... sinceramente, pode até soar estranho, mas me interessei de verdade pelo que vi no trailer.

Um tanto bizarro, mas tive então a oportunidade à mais de uma semana de assistir, não me recordo o dia exato, só sei que por sorte foi uma segunda-feira e peguei uma promoção do cinema (economizando assim meu "rico dinheirinho").

O filme é baseado no livro de mesmo nome de Nicholas Sparks, o mesmo que escreveu o livro "A Walk To Remember" e gerou o filme de mesmo nome em inglês, com Mandy Moore e Shane West, este filme ganhou o título no Brasil de "Um Lugar para Recomeçar" e as meninhas agora suspiram.
Confesso que este filme aí não é bom, ao meu ver é água com açúcar ao extremo, mas um ponto é fato, ele é um clichê não tão clichê e por isso ainda tive fé em "Dear John".

Nome em português "Querido John", ao menos não destruiram o título com uma tradução infeliz, ingressos comprados pela segunda vez em um cinema com cadeiras numeradas e vamos lá.

O começo do filme é extremamente clichê, o ritmo da narrativa no início me pareceu meio lento, só ganha "corpo" um pouco depois. História clássica de romance americano sobre uma paixão de verão, o garoto é militar, mas está em "temporada" que se encerra no final do ano e depois disso ele irá esperar a donzela para que os dois vivam felizes para sempre, o amor entre John e Savannah (atores: Channing Tatum e Amanda Seyfried).

Isso seria uma tremenda chatice se não fosse o bom pano de fundo, Savannah tem bom relacionamento com um garoto autista e sonha em trabalhar com crianças autista, por outro lado John tem o pai autista com uma paixão por moedas e a relação dos dois é muito ruim.
Tudo se complica ainda mais com os eventos do 11 de Setembro (o filme começa antes disso) e John decide prolongar sua permanência no Exército, enquanto Savannah não aceita tão bem e daí para o resto é necessário ver o filme (já falei até demais).

Qual o diferencial desse típico e muito típico água com açúcar? Uma boa fotografia, trilha sonora bem escolhida, atores que não comprometeram (mas não dão nenhuma lição ou brilhantismo) e uma história bem feita. Utilizando-se da tradição criada para as "dear john letters" com persongens de boa profundidade, nada extremo nada tão complexo, nem sempre as pessoas precisam de ser complexas!
E o mais importante! É um romance onde o homem é o personagem principal, e mesmo que a crítica tenha falado mal do filme, o fato é que concordo com os que disseram que esse filme buscou o romantismo de origem, tradicional.

Se você quer ver o filme não assista o vídeo abaixo! É sério!


Enfim eu devo mesmo é estar ficando muito velho e só citarei algumas curiosidades do filme:
- Em sua semana de estréia ele chegou ao topo da bilheteria nos EUA, retirando AVATAR após 7 semanas de reinado.
- O livro "Dear John" de Nicholas Sparks foi lançado em 2006 e sua adaptação cinematográfica ganhou as telas em Fevereio de 2010, o que mostra a rapidez na qual o livro se tornou um "bestseller" e foi feita sua adaptação para cinema.
- Este foi o 5 livro de Nicholas que foi adaptado para cinema e novamente um sucesso de bilheteria (dados os custos de produção).

Site oficial em inglês

Site oficial em português

Um comentário:

Luiza disse...

Hummmm.. realmente estou surpresa de ver você gostar desse filme romântico. Mas mais surpresa é de ver que você gostou e talvez, tenha tirado uma lição ou visto a mensagem por trás do filme (pois cada filme trás alguma mensagem 'subliminar'). Eu ainda não assistir o filme, mas depois de ler.. com certeza, irei ver. Vou até procurar para baixar agora.
Não pare por esse filme, continue vendo esses estilos de filmes, que por mais que pareçam bobos sempre tem algo a acrescentar a nós.

OBS: "I walk to remember" ganhando o nome em português de "Um amor para recordar'. Tenho certeza, porque é um dos filmes que nunca me esqueço, por gostar dele, apesar do água com açucar. Falando nisso, veja um dia, Diário de uma paixão. É muito bom também, mil vezes melhor que "I walk to remember".

Enfim, já escrevi demais, me desculpe por tomar tanto espaço!hehhe
beijoss